Pagamento De INSS – GPS


Criado em 1990, o INSS veio ajudar bastante os trabalhadores e aposentados brasileiros que tinham mais dificuldades. Pertencente ao Ministério da Previdência Social, o INSS é uma ferramenta de auxílio essencial para as classes mais baixas da sociedade brasileira.

Ao longo do seu funcionamento foram sido criadas novas formas para facilitar o recolhimento das contribuições. Para tal surgiu a Guia da Previdência Social, também conhecida como GPS. A GPS pode ser utilizada apenas por contribuintes individuais. Desde o ano de 2005, as guias dispõem de um sistema eletrónico que consiste num código de barras que permite a sua leitura em todas as redes bancárias brasileiras. Em 2008 também o SEFIP passou a ter a sua nova versão igual a GPS.

Este passo foi definido como o primeiro para a modernização de todas as receitas previdenciárias de modo a facilitar a sua utilização. Isto permite maior segurança e agilidade na arrecadação nos fundos, tal como a redução de custos com tarifas dos bancos. Na prática, isto permite que a GPS seja lida em qualquer caixa eletrónico como acontece com outras contas.

Devem ser preenchidas duas vias da GPS, sendo que uma se destina a ser guardada como prova do recolhimento do benefício e a segunda é para o agente arrecadador. O valor mínimo determinado para recolhimentos é de R$ 29,00. Se não possuir este mínimo, deverá esperar que o montante acumule e atinja este montante. Os recolhimentos podem ser trimestrais, se atingirem o valor mínimo de contribuição e para os efetuar deve utilizar os códigos específicos para tal.

Sem dúvida que esta nova ferramenta veio facilitar o recolhimento do dinheiro, sobretudo por ser uma versão eletrónica que permite que o dinheiro seja debitado na conta através da internet. Ainda assim, é de evidenciar que tudo é efetuado pelo beneficiário que possui total controlo sobre o seu INSS.

No Comments yet »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a comment

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>